7 mitos do Email Marketing – [O sexto é o mais incrível]

Você já ouviu falar que existem palavras que não se pode usar no e-mail? ou que o melhor horário pra enviar e-mails é 3h de uma quintas-feira?

É pura balela! 

Os dois exemplos são mitos do email marketing que percorrem a internet a muito tempo, a ainda tem gente que acredita neles.

Então antes de planejar a sua próxima campanha de e-mail marketing, veja com atenção essas dicas.


Acabando com os mitos do Email Marketing

1 – Os leitores estão se afogando em e-mails de marcas confiáveis

Na realidade, 60% dos consumidores recebam até seis e-mails por dia de grande marcas.

Os 40% restantes recebem três emails ou menos.

2 – Os consumidores gostam de clicar no botão spam

Pelo contrário! Menos de um de cada 2000 leitores marcam um e-mail como spam.

Olha este exemplo de uma campanha que enviei dia 13/05/2015

Estatísticas de envio

3 – Se eu enviar muitos e-mails os consumidores vão ignorar

A frequência de envio varia muito, cada tipo de produto tem um tempo. Teste sempre!
Se você envia normalmente um e-mail por mês, experimente enviar quatro e-mails por mês, tenho certeza que o número de aberturas aumentará significativamente.

Isso deve ao fato que seu servidor de e-mails vai ganhar reputação com as outras aberturas da sua lista. E assim sua lista/servidor vai ganhando mais reputação e confiança entre os servidores. E isso é fator de classificação de spam, fique atento!

4 – Certas palavras podem enviar o e-mail para a pasta de spam

As palavras do e-mail têm pouco, ou nenhum efeito para avaliação se um e-mail será considerado spam ou não.

Os fatores mais  importantes são a reputação do seu servidor, assinaturas SPF, DKIM DMARC, (devidamente configuradas) e a qualidade do código HTML da campanha.

5 – O melhor horário para enviar emails é quinta as 3h

Segundo  relatório da DMA, 85% das aberturas de emails são em até dois dias depois do envio, mas…
… apenas 21% das vendas acontecem nos primeiros dois dias. E 32% ocorrem em até duas semanas.

Então o dia e horário do envio pouco importam. Desde que o recebedor tenha tempo hábil de aproveitar a oferta.

Se você deseja estabelecer uma rotina, faça testes. Veja o que lhe agrada mais, e defina o melhor dia e horário para sua lista.

6 – Usar um assunto curto tem melhores resultados

Assuntos com até 60 caracteres tem mais aberturas.
Assuntos entre 60 e 70 caracteres os emails tem mais cliques.

Isso acontece pois, com um assunto curto o leitor fica curioso, ele abre o e-mail para saber mais, e o interesse acaba ali.
Já com o assunto bem completo e elaborado, o leitor terá um interesse no conteúdo, antes mesmo de abrir.
Após a leitura (scan) do e-mail o leitor está apto para realizar uma ação, no caso o clique.

Dica:

Crie um assunto bem focado no conteúdo que o leitor irá receber (quando clicar em um link do e-mail).
– Só no assunto você já vai filtrar os leitores que realmente tem potencial de realizar uma ação, seja ela um clique ou uma compra.

No corpo do e-mail reduza ao máximo as opções de saída do e-mail, não dê muitas informações e desperte a curiosidade.
– Como você já tem um leitor efetivo no e-mail, basta apenas deixar ele interessado no que você tem a oferecer. Uma oferta por tempo limitado é uma ótima ideia.

No site destino, entregue a informação de maneira rápida e confiável. Para o leitor perceber que a ação que ele executou ( CTA ) teve um resultado.

Essas três dicas combinadas trazem resultados de até +30% na ponta do funil.

7 – A newsletter deve ser curta e objetiva

Se tem uma categoria de e-mail que não precisa ser curto é a Newsletter. Embora a maioria dos e-mails que fazemos precisa ser conciso, até mesmo para manter a atenção do leitor, o boletim de notícias (a famosa newsletter) deve ser usado para ajudar a construir um relacionamento de longo prazo com o leitor.

Você deve começar sua newsletter com uma chamada à ação para incentivar as conversões, mas além disso você deve ter informações úteis para manter uma relação com o leitor.

Você pode até mesmo compartilhar o conteúdo de outros sites e blogs com sua lista, como uma informação adicional. veja o que é relevante para seu leitor, e adicione esse conteúdo de forma breve e chamativa. Com esse truque você cria uma relação de confiança baseada em conteúdo, e você não vai precisar cria novos conteúdo apenas para divulgar seu material.

Dica:

Faça uma parceria com o  site ou blog criador do conteúdo que você irá divulgar. Entre em contato dizendo que pretende divulgar o conteúdo dele, sem custo, apenas em troca de uma divulgação no site dele. De uma conversa simples você terá ótimos contatos e divulgações gratuitas.

De contatos como estes você pode ganhar pequenas divulgações do seu site/serviço, pode ganhar visitas no site e até mesmo novos inscritos na sua lista.

Conclusão

Fazer uma campanha de sucesso requer trabalho duro e atenção, mas acima de tudo exige que você crie uma ótima relação com seu leitor.
Então evite criar e-mails apenas para vender. E não tente copiar as grandes marcas, o que funciona para uma empresa nem sempre vai funcionar para outra.

É por isso que você precisa para realizar testes, e mais testes, para garantir que suas campanhas estão realmente ajudando sua lista.

Douglas W. P.

Desenvolvedor Web na empresa Finalizart. Criei o Extrator em 2011 pois precisava organizar milhares de e-mails e não queria fazer o trabalho manualmente. Hoje milhões de pessoas extraem e organizam e-mails de uma maneira simples, rápida e gratuita.
O Extrator é um site sem fins lucrativos. Contudo tenho um grande gasto com servidores. Considere apoiar esse site com uma doação de qualquer valor.

Chave PIX:
[email protected] – Mercado Pago

2 Comentários

  1. Pedro a Borges me

    GOSTEI MUITO…INTELIGENTE
    Me diz uma coiza …como colocar no email fixo o FACE B. como esta no seu muito inteligente

    Responder
  2. Milton Lima

    Muito legal cara bem explicado, já virei fã (risos) valeu mesmo top conteúdo.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas

E-mail que se autodestrói – Conheça o modo confidencial do Gmail

E-mail que se autodestrói – Conheça o modo confidencial do Gmail

Você sabia que o existe um recursos chamado modo confidencial do Gmail que permite enviar e-mails que se autodestroem? Isso mesmo! É uma forma de manter suas mensagens seguras e privadas, especialmente se elas contêm informações sensíveis, como números de conta ou...

Como extrair emails do Google usando um Extrator de Emails

Como extrair emails do Google usando um Extrator de Emails

Neste tutorial vamos aprender como extrair e-mails de textos aleatórios ou de uma pesquisa específica no Google, o Extrator de Emails Finalizart é uma ferramenta gratuita e fácil de usar que pode ajudar. Olá, meu nome é Douglas W. P. e sou o criador do Extrator de...